Extrato de Yucca

Dor de Dente nos Cães.

Cães e Gatos Podem Ingerir Cebola ?

Cães e Gatos podem ingerir cebola ? Hoje em dia cães e gatos são tratados cada vez mais de forma humanizada, os pets fazem parte da família e são tratados como filhos e os tutores querem até alimentá-los como tal, porém alguns alimentos podem ser tóxicos, como a cebola. O que ocorre quando esse alimento […]

Por que os gatos necessitam da Taurina?

O que é a Taurina?

A taurina foi descoberta em 1827 no touro, por isso seu nome. É um aminoácido que se apresenta de forma livre nos tecidos de origem animal, especialmente nos músculos, nos órgãos e no cérebro. As únicas fontes desse aminoácido são as carnes (por exemplo, os órgãos das aves).

Por que os gatos necessitam da Taurina?

Porque ela apresenta funções muito importantes para o organismo dos gatos como melhora da visão, audição, reprodução, dos músculos e do coração, além de melhorar a resposta imune doa gatos.

Falta de Taurina

A falta de taurina pode levar a perda total da visão do seu gato, além de cardiopatias e problemas reprodutivos como aborto, anomalias em gatos recém-nascidos e problemas no desenvolvimento e crescimento dos gatos.

 

Créditos: Maria Eduarda Safra

Adaptação de uma nova ração para os cães

A Escolha da Ração.

Escolher uma ração de qualidade que atenda as necessidades de seu pet é muito importante, além de gerar uma maior longevidade promove uma maior saúde e qualidade de vida. Diferente de nós, os animais não estão acostumados a receber uma alimentação variada, portanto a apresentação de uma nova ração em sua alimentação deve ser feita de forma gradual para não gerar alterações como mudança nas fezes, diarreia, vômito ou a recusa da nova ração.

Adaptação

O plano de adaptação deve ser feito no período de uma semana e feito da seguinte forma: no primeiro e segundo dias ofertar ¾ ou 75% da ração antiga e ¼ ou 25% da nova ração. No terceiro e quarto dia, ofertar metade da ração antiga e metade da ração nova. Já no quinto e sexto dia, ofertar 1/4 ou 25% da ração antiga e ¾ ou 75% da ração nova e no sétimo dia ofertar a nova ração somente. Ao ofertar estas duas rações na adaptação, você deve misturá-las bem para que seu pet não selecione uma ou outra ração.
Outro ponto importante na adaptação da ração de seu pet é o período que você o alimenta, pois como nós, os animais também possuem uma rotina e ao alimentá-los em horários fixos melhora sua alimentação e adaptação juntamente com a diminuição de seu estresse.

 

Créditos: Paulo de Carvalho